Académica 2-1 GD Chaves | Reviravolta tardia atrasa Chaves na corrida pela subida

Académica 2-1 GD Chaves | Reviravolta tardia atrasa Chaves na corrida pela subida

Estudantes acabaram com invencibilidade de Vítor Campelos ao leme dos flavienses.

O Grupo Desportivo de Chaves deslocou-se a Coimbra nesta manhã de sábado, 24, para disputar o jogo cabeça de cartaz da trigésima jornada da Liga Portugal Sabseg, em que se defrontaram terceiro e quarto classificados e que, à partida para esta jornada, se encontravam em igualdade pontual com 52 pontos.

Num jogo com elevada importância para as duas equipas, equilíbrio foi a palavra-chave para descrever a primeira meia hora de jogo. Com o aproximar do final do primeiro tempo, Académica foi se instaurando no meio-campo adversário, com mais bola e mais aproximações à baliza contrária, mas foi o Chaves quem conseguiu desatar o nulo antes do intervalo. Recuperação de bola dos flavienses numa saída a jogar da equipa de Coimbra, e em transição João Correia aproveitou e fez um belo golo com o pé esquerdo.

A segunda parte começou com a equipa de Rui Borges a correr atrás do prejuízo, e com a necessidade de fazer golo tentou novamente jogar no meio-campo ofensivo, aproveitando o Chaves para sair em transições rápidas principalmente por Juninho e Batxi. A resistência flaviense durou até aos 78 minutos, quando Nuno Almeida assinalou uma grande penalidade por falta de João Reis sobre Ricardo Dias, penalidade essa que foi muito protestada pela equipa de Trás-os-Montes. Zé Castro assumiu a marcação e empatou a partida no Estádio Cidade de Coimbra.

O empate não durou muito tempo pois, à passagem do minuto 84 a Académica consumou a reviravolta através de uma bola parada. Canto cobrado do lado direto do ataque dos estudantes para a área e Bouldini aproveita uma saída em falso de Paulo Vítor para colocar a bola dentro da baliza adversária. Antes do apito final, nota ainda para a expulsão de Luís Rocha aos 90+6.

Com esta derrota, terminam assim as sequências de onze jogos consecutivos sem perder e de cinco vitórias consecutivas da equipa do Chaves, que nesta jornada pode ser ultrapassada por Feirense e Arouca. Os flavienses voltam a entrar em campo no próximo sábado, dia 1 de maio, na receção ao Mafra, 11º classificado.

Texto por: Francisco Silva

Créditos fotografia: GD Chaves